Biblioteca Nacional de Brasília

A Biblioteca Nacional de Brasília (BNB) foi concebida no plano original de Brasília, assinado por Lúcio Costa no final dos anos 50 do século passado, quando o urbanista projetou a capital federal com Oscar Niemeyer e outros arquitetos. O projeto assinado por Niemeyer culminou com a abertura ao público, em 12 de dezembro de 2008.

A BNB afasta-se da função tradicional de depositária da produção intelectual do país, desempenhando e enfatizando as funções de acesso e atendimento à população em geral, inserindo-se, assim, na moderna perspectiva de Biblioteca Nacional.

Biblioteca Nacional Brasilia

Dessa forma, além de manter a herança cultural da nação, para uso de pesquisadores e estudiosos, a biblioteca está voltada para o atendimento a todos os cidadãos, por meio de ações que beneficiam o Sistema de Bibliotecas Públicas do Distrito Federal, atingindo principalmente as camadas menos favorecidas da população.

As obras da Coleção Popular Geral (COPOG) estão disponíveis para a consulta e empréstimo, mediante cadastro. São cerca de 40 mil exemplares que contemplam várias áreas do conhecimento. Além do serviço de empréstimo, a biblioteca promove eventos culturais no auditório multiuso como exposições, palestras e atividades culturais. O usuário conta também com o acesso gratuito à internet.

Desempenhar e enfatizar as funções de acesso e atendimento ao público usuário, principalmente as camadas menos favorecidas da população, por meio de ações que beneficiam o Sistema de Bibliotecas Públicas do Distrito Federal, inserindo-se, assim, na moderna perspectiva de Biblioteca Nacional.

Biblioteca Nacional de Brasília Estrutura

A Biblioteca oferece a seguinte estrutura:

  • Auditório: Espaço com 95 lugares, equipado com recursos tecnológicos para a realização de teleconferências, videoconferências, seminários, palestras e apresentações com projeções de vídeos, filmes e acesso à Internet. O auditório é destinado ao uso institucional, com cobrança de taxa. Os agendamentos podem ser feitos pelo telefone (61) 3325-6237 .
  • Balcão de Atendimento: Local para atendimento ao público, informações gerais, serviços de consulta ao acervo, empréstimo e devolução.
  • Centro de Criação Digital: Este espaço é destinado à criação e edição de conteúdos digitais em texto, imagens e/ou vídeos, páginas Web e apresentação de trabalhos individuais ou de grupo. É composto por cabines acusticamente vedadas que abrigam computadores, scanner, impressora e softwares para edição de vídeos, imagens, editoração gráfica etc. Também pode ser utilizado para consulta do acervo multimídia da biblioteca.
  • Corredor Digital: O corredor oferece acesso aos andares do Acervo. Em suas paredes são projetadas informações em texto, imagens e vídeos. Figurativamente, o corredor exerce a função de “mediação” entre a Biblioteca e o mundo exterior, apresentando um histórico das bibliotecas nacionais de língua portuguesa em Portugal e no Brasil e oferecendo informações sobre os acervos, serviços e programação da BNB.
  • Espaço CLIC: Para os adultos que têm conhecimentos básicos de informática, dispõe de 51 estações de trabalho. Espaço destinado a atividades diversas.
  • Espaço Infantil: Oferece atividades educacionais e recreativas para até 20 crianças de 04 a 10 anos, mediante prévio agendamento. O espaço é equipado com computadores, livros infantis, mobiliário e instalações interativas próprias para jogos e atividades lúdicas e de leitura.
  • Foyer do Auditório: Área externa do auditório, definido por ser o local ideal para pequenas exposições, excelente para realização de recepções, apresentações, vernissage, além de outros eventos.
  • Hall de Exposições: Espaço destinado a exposições, mostras, instalações e outros eventos de cunho científico, educacional e cultural.
  • Poltronas Multimídia: O espaço dispõe de poltronas equipadas com monitor e sistema de áudio acoplados para utilização do acervo digital.
  • Praça da Língua Portuguesa: Localizada na área externa da BNB (pilotis) o local possui um Painel de Azulejos do artista plástico português Julio Pomar, inaugurado no dia 24.11.2009 e que está afixado na parede da área externa do espaço. O projeto da Praça da Língua Portuguesa prevê ainda a instalação de um Salão de Leitura e um café ao ar livre.
  • Saguão de acesso: Espaço de convivência e interação, logo à entrada da Biblioteca, para atendimento a usuários, visitantes e turistas.
  • Sala de cursos: Sala para condução de mini-cursos ou sessões assistidas com navegação pela Internet. As sessões e os mini-cursos dirigidos por monitores objetivam o desenvolvimento de competências informacionais e de uso de tecnologia digital em temáticas definidas sob demanda.
  • Salão de estudo e leitura: Distribuídos no 2º andar do edifício, a BNB dispõe de 58 lugares para leitura, além de espaço para jornais e revistas. Já no 3º andar, a BNB dispõe de 130 lugares para estudo distribuídos entre as alas norte e sul.
  • Salas de estudo em grupo: As salas de estudo da Biblioteca Nacional de Brasília destinam-se àqueles que necessitam de um ambiente tranqüilo e privativo. São protegidas com paredes de vidro duplo para garantir maior privacidade e/ou isolamento acústico. As salas de estudo em grupo podem receber até seis pessoas.

Biblioteca Nacional Brasília Acervo

Até o término do ano de 2012, seu acervo era composto e desenvolvido exclusivamente a partir de doações, com destaque para as obras dos acervos particulares do poeta, ensaísta e tradutor Aricy Curvello e da poetisa Marly de Oliveira. Em janeiro de 2013, foi autorizado a liberação de R$ 413 mil para a compra de livros para a BNB, com base em estudos e levantamentos feitos por seus servidores. Obras que compõem a Coleção Popular Geral (COPOG) estão disponíveis para empréstimos. São cerca de 25 mil exemplares que contemplam várias áreas do conhecimento. O catálogo da biblioteca está disponível para consulta on-line A BNB também disponibiliza uma Biblioteca Digital[8], que busca conteúdo em universidades, instituições de tecnologia e repositórios de pesquisa.





Para consultar o acervo,  o usuário deve se cadastrar pessoalmente na BNB e apresentar documento oficial com foto e comprovante de residência. O menor de 18 anos deverá apresentar Carteira de Identidade, CPF e termo de compromisso fornecido pela BNB, assinado por seu representante legal. Caso não disponha do documento, deverá apresentar a cópia da identidade do responsável no cadastramento.

Cada usuário terá direito a retirar, por empréstimo domiciliar, dois livros da COPOG. O prazo para devolução é de dez dias e a entrega fora do prazo implica em pagamento de multa, calculada por dia de atraso para cada obra. O horário de funcionamento do balcão de empréstimos é de 2ª a 6ª feira, das 9h às 19h, e aos sábados e domingos, das 08h às 13h. A reserva, de até três obras por vez, poderá ser feita pela internet ou pelo balcão de atendimento. O usuário será avisado por e-mail e o prazo para retirada do material é de 48 horas.

Biblioteca Nacional Brasília Exposição

A Biblioteca Nacional de Brasília apoia as manifestações culturais produzidas pela sociedade através da cessão de seus espaços internos e área externa, bem como a realização de eventos institucionais. Acesse o site e verifique as exposições que estão acontecendo na Biblioteca e não perca.

Horário de Funcionamento Biblioteca Nacional de Brasília

  • segunda a sexta das 8h às 19h45 /  Sábados e Domingos das 08h às 14h

Endereço e Telefone Biblioteca Nacional de Brasília

  • Setor Cultural da República, Área Cívica, Lote s/n-  Edifício da Biblioteca Nacional – DF
  • Telefone: (61) 3325-6237

Outras informações e site

Mapa de localização





Deixe seu comentário