Museu da Imprensa Brasília

O Museu da Imprensa Brasília é um museu que pertence ao governo brasileiro, vinculado à Casa Civil da Presidência da República localizado em Brasília.

Museu da Imprensa Brasília

História

Apesar da origem clássica da palavra museu – do grego mouseion – a origem dos museus como locais de preservação de objetos com finalidade cultural é muito mais antiga. Desde tempos remotos o homem se dedica a colecionar objetos, pelos mais diferentes motivos. No Paleolítico os homens primitivos já reuniam vários tipos de artefatos, como o provam achados em tumbas.

Na Grécia Antiga o museu era um templo das musas, divindades que presidiam a poesia, a música, a oratória, a história, a tragédia, a comédia, a dança e a astronomia. Esses templos, bem como os de outras divindades, recebiam muitas oferendas em objetos preciosos ou exóticos, que podiam ser exibidos ao público mediante o pagamento de uma pequena taxa. Em Atenas se tornou afamada a coleção de pinturas que era exposta nas escadarias da Acrópole no século V a.C. Os romanos expunham coleções públicas nos fóruns, jardins públicos, templos, teatros e termas, muitas vezes reunidas como botins de guerra. No oriente, onde o culto à personalidade de reis e heróis era forte, objetos históricos foram coletados com a função de preservação da memória e dos feitos gloriosos desses personagens. Dos museus da Antiguidade, o mais famoso foi o criado em Alexandria por Ptolomeu Sóter em torno do século III a.C., que continha estátuas de filósofos, objetos astronômicos e cirúrgicos e um parque zoobotânico, embora a instituição fosse primariamente uma academia de filosofia, e mais tarde incorporasse uma enorme coleção de obras escritas, formando-se a célebre Biblioteca de Alexandria.





Ao longo da Idade Média a noção de museu quase desapareceu, mas o colecionismo continuou vivo. Por um lado os acervos de preciosidades eram considerados patrimônio de reserva a ser convertido em divisas em caso de necessidade, para financiamento de guerras ou outras atividades estatais; outras coleções se formaram com objetos ligados ao culto cristão, acumulando-se em catedrais e mosteiros quantidades de relíquias de santos, manuscritos iluminados e aparatos litúrgicos em metais e pedras preciosas. No Renascimento, com a recuperação dos ideais clássicos e a consolidação da humanismo, ressurgiu o colecionismo privado através de grandes banqueiros e comerciantes, integrantes da burguesia em ascensão, que financiavam uma grande produção de arte profana e ornamental e se dedicavam à procura de relíquias da Antiguidade.

Acervo

Possui uma área 680 metros quadrados, e cerca de 600 peças e documentos raros. Foi inaugurado em 13 de maio de 1982. Repousam nos jardins do museu, desde julho de 2001, os restos mortais de Hipólito José da Costa, patrono da imprensa brasileira. O jornalista fundou, em Londres, em 1° de junho de 1808, o jornal Correio Braziliense ou Armazém Literário, que circulou até dezembro de 1822.

O destaque do museu é a máquina de impressão inglesa, fabricada em 1833, onde trabalhou o escritor Machado de Assis, quando aprendiz de tipógrafo na Imprensa Nacional, de 1856 a 1858. Anualmente, promove-se no museu o Concurso Museu da Imprensa de Desenho, Redação, Poesia e Monografia.

Vagas Museu da Imprensa de Brasília – Trabalhe Conosco

O Museu da Imprensa de Brasília disponibiliza vagas de trabalho durante todo ano. Para se informar sobre os processos seletivos e se candidatar as vagas acompanhe o site da empresa, onde é possível se informar sobre vagas abertas, salários e competências necessárias para se candidatar ao processo.

Horário de Funcionamento Museu da Imprensa em Brasília

  • Segunda a Sexta das 08h às 18h

Onde fica, Endereço e Telefone Museu da Imprensa em Brasília

  • Lote 800 Quadra 06, SIG Qd 6 – Cruzeiro – Brasília – DF
  • Telefone: (61) 3441-9618

Mapa de localização





Deixe seu comentário